7.9.13

Fabio Morais‭ (‬São Paulo‭, ‬1975‭) ‬é artista plástico. ‬Atua entre os espaços expositivo e editorial fundindo visualidade e escrita ao‭ ‬experimentar a plasticidade e a espacialidade da linguagem na ficção‭, ‬na história‭, ‬nas estórias‭, ‬na narrativa‭. ‬

Sua mais recente exposição individual foi Cores (‬2022‭, ‬Galeria Vermelho‭) ‬e participou de coletivas em instituições como Bienais‭ ‬de São Paulo e do Mercosul‭, ‬MAM-SP‭, ‬Instituto Tomie Ohtake‭, ‬CCSP‭, ‬MASP‭, ‬MUBE‭, ‬Sesc‭, ‬Museu da Língua Portuguesa‭, ‬Museu da Pampulha‭, ‬CCBB RJ‭, ‬MACBA‭, ‬MAC Lyon‭, ‬CGAC‭, ‬Astrup Fearnley Musset‭, ‬Bonniers Konsthall‭. ‬

Tem obras publicadas por editoras como par(ent)esis‭, ‬Tijuana‭, ‬Dulcineia Catadora‭, ‬Cosac Naify e Ikrek e em periódicos como revistas seLecT‭, ‬Bravo e Recibo‭, ‬Caderno videobrasil‭, ‬Jornal de Borda‭, ‬Folha de São Paulo‭, ‬Le Monde Diplomatique‭. ‬Ainda no campo editorial‭, ‬traduziu para o português as obras Dar e Dar e Inventário de Destruições‭, ‬de Eric Watier, publicadas pela plataforma par(ent)esis. Para livros‭, ‬revistas e catálogos‭, ‬escreveu textos sobre artistas como Marilá Dardot‭, ‬Edith Derdyk‭, ‬Cinthia Marcelle‭, ‬Rick Castro‭, ‬Yoko Ono‭, ‬João Loureiro‭, ‬Jimson Vilela‭, ‬Ivana Vollaro, Raquel Stolf entre outros‭. ‬

Editou a revista ¿Hay en portugués? n.6, em 2016, publicada pela plataforma par(ent)esis e co-editou a revista Recibo 56 Brazil Distópico, em 2015. Entre 2012-13‭ ‬foi um dos organizadores da feira de arte impressa Turnê e em 2019‭ foi ‬um dos curadores da Feira Tijuana SP‭. Em 2021‭, ‬co-curou Parlavratório, série de conversas online sobre escrita na arte, ‬no Sesc 24‭ ‬de‭ ‬Maio‭‭.‬

É doutor em artes visuais pela UDESC‭, com pesquisa sobre a escrita como obra no campo da arte. ‬Ministrou oficinas sobre escrita nas artes visuais e publicações de artista em várias unidades do Sesc São Paulo e na Caixa Cultural Brasília‭, ‬Grafatório‭, ‬Ateliê Espai‭, ‬Oficina Cultural Oswald de Andrade‭, ‬Escola Entrópica‭, ‬Zait núcleo Select‭, ‬entre outras instituições. Também ministrou disciplina sobre publicações de artista na pós-graduação da‭ ‬FAAP‭.

É representado pela Galeria Vermelho. ‬